Domingo, 25 de Novembro de 2012

Sérgio Lavos

O poder está podre e tem medo por Miguel Cardina A Mariana Avelãs entretanto esclareceu o seguinte no facebook: «Bem, antes de mais, obrigada a todos pelas mensagens de apoio. queria só dizer que soube, entretanto, por jornalistas, que o processo foi arquivado. não, ninguém do magistério público me informou, não tive mais visitas simpáticas de alguém a dizer que vem da polícia, esta informação não é sequer oficial. mas são boas notícias. porém, não apagam o que é importante, que não é eu já poder passear à minha vontade, mas o facto de nos estarem a coagir sem quaisquer escrúpulos. há muito mais gente acusada em situações semelhantes, com processos ainda curso, e precisam tanto da nossa/ vossa solidariedade como eu. mais não seja para ficarem a saber pela comunicação social que os respectivos processos foram arquivados (ou não). obrigada. e até já, que isto ainda vai no adro.»

publicado por alertamadrugada às 19:40
|

Terça-feira, 20 de Novembro de 2012
...

Paulo Portas já não tem partido. Até mesmo os acólitos que hoje ainda parecem apoiá-lo, depois das próximas eleições autárquicas vão culpá-lo quando se derem conta que a base de sustentação de votos que os levaram á Assembleia da República agora exercerem o cargo de Deputados já não existe. Aqueles que dizem agora “ámen” a tudo vão culpar o Presidente do CDS, dizendo que foi ele que conduziu o partido ao caos.

 

Sempre considerei Paulo Portas um homem muito inteligente e com a capacidade de ser capaz de criar saídas para situações difíceis, mas Paulo Portas perdeu o elan ou em alternativa foi silenciado por algo que falta descobrir, mas a seu tempo virá a luz. Este Paulo Portas, Ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros não é sem sombra de dúvidas, o Paulo Portas que pessoas como eu conheceram mesmo durante o exercício de cargos ministeriais como foi o de Ministro da Defesa.

 

Há já alguns anos que o CDS existia muito por obra de um Presidente que motivava os militantes e simpatizantes através dos debates e entrevistas aos meios de comunicação social, mas sobretudo nas ruas, nas feiras em contacto directo com o Povo que ele sabia compreender e entusiasmar como ninguém.

Militantes que como eu o acompanhámos em inúmeras acções de campanha eleitoral, sabem bem do que falo. Nunca se escondeu, nunca procurou o fácil. Pelo contrário era aconselhado a não ir aqui ou acolá porque podia eventualmente ser hostilizado, mas sem qualquer medo ignorava o conselho e mantinha a acção de campanha. Nas feiras, nos comícios sorria quando recebia abraços, mas quando do meio da multidão chegava uma frase crítica ou desagradável, Paulo Portas rapidamente identificava a pessoa ou pessoas e deslocava-se até elas e falava e explicava e o que é certo é que a situação  culminava em sorrisos e pancadinhas amistosas  nas costas.

Por isso posso aqui dizer que nunca vi Paulo Portas a fugir, a esconder-se muito menos com seguranças camufladas ou a descoberto ( quão diferente de Pedro Passos Coelho).

Gostava do contacto directo com as massas e sabia como falar com elas

.

Que saudades desse Paulo Portas que conquistou a minha admiração e respeito.

 

Foi assim nesta forma de estar na política que Deputados como o João Almeida se instruíram. Com a força de saber dizer NÃO quando não concordavam, com a força de saber lutar pelo que acham certo e que serve os mais fracos e oprimidos.

 

Por isso eu hoje compreendo o João Almeida e por isso mesmo lhe dou muito valor sempre que ele questiona.

 

Onde está o “Velho Dr. Paulo Portas”? Esfumou-se numa coligação também ela já morta e perdida na bruma do tempo.

 

Foi com Paulo Portas que aprendi que na vida não existem impossíveis. Só temos que acreditar em nós, na nossa força, persistência, trabalho e tenacidade. Foi com Paulo Portas que aprendi que mesmo quando as coisas correm menos bem é fundamental dar sempre a cara, analisar os porquês e descobrir formas de fazer melhor.

 

A quem Dr. Paulo Portas deu o senhor o direito de lhe matarem essa capacidade de resistência? Porquê esse ar envelhecido e abatido? Esqueceu por acaso os jantares que terminavam com a frase cantada “ Paulo Portas tens aqui a tua gente “ e o Hino Nacional?

 

Ainda é tempo Dr. Paulo Portas. Renegue essa filosofia de “YES MAN” que o está a destruir.

Volte ás ruas porque é nas ruas que é o seu lugar e encontrará a sua gente, a gente de Portugal que ama o seu País, que pertence a um Povo tolerante  e amigo e que em nada se identifica com Povos nórdicos frios e demasiado racionais.

Volte ás ruas e encontrará gente com emoções, com coração (Não com folhas de exel no lugar dele) que o receberão de braços abertos, o voltarão a chamar de Paulo de forma carinhosa e cordial.

Volte em nome de Portugal e com a sua gente vamos reinventar um País Próspero e Livre.

Maria Antonieta Girão Fevereiro

publicado por alertamadrugada às 13:11
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Novembro 2012
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
21
22
23
24

26
27
28
29
30


comentários recentes
Agradeço a sua visita e comentário. este será sem...
Muito Bom post.Realmente, este flagelo agrava em m...
um belissimo artigo que está inserido no blog Arra...
Dos piores poemas que encontrei no Alertamadruga!!...
Um belissimo artigo escrito por Clara Ferreira Alv...
e quem fala assim nao é gagooooooo.
grandes verdades ditas em poesia.
Ora aqui mais umas valentes verdades, ditas e escr...
forca Antonieta..obrigada por nos ofereceres um bl...
subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro