Domingo, 01 de Maio de 2011

A UGT e a CGTP consideram que o Dia do Trabalhador que hoje se comemora ocorre numa conjuntura especial e vão apelar aos portugueses para que lutem contra a imposição de medidas que ponham em causa o Estado Social.

O secretário-geral da UGT, João Proença, considerou que o Dia do Trabalhador ocorre num momento «muito especial» em que decorrem as negociações com a 'troika' e se preparam as eleições legislativas.

«Por isso vão vir ao de cima as preocupações centrais do movimento sindical, em defesa do emprego, da contratação colectiva, de salários dignos e do Estado Social», disse à agência Lusa.

Segundo o sindicalista, a UGT vai usar esta data para salientar estas questões junto dos trabalhadores e deixar «alguns avisos do que é possível e do que não é possível, no quadro da negociação» em curso com o FMI, BCE e Comissão Europeia.

«Não podemos aceitar que a negociações com a 'troika' sejam usadas para desregular as relações de trabalho, pôr em causa a contratação colectiva ou o Estado Social», afirmou Proença.

Para o secretário-geral da CGTP, Manuel Carvalho da Silva, este 1.º de Maio vai ser «de grande exigência e de grande necessidade de compromissos para o futuro próximo».

«Temos em Portugal uma 'troika' da UE, FMI e CE a definir um conjunto de maldades que vai ter o apoio dos partidos do arco do poder, que sabemos que vai ser mais um conjunto de sacrifícios para os trabalhadores e para o povo. Aliás, diz-se que não se sabe mais das negociações para que a revolta no 1.º de Maio não seja maior», salientou, em declarações à Lusa.

O sindicalista considerou que Portugal, que fez a descolonização, está a ser colonizado pela União Europeia, cujas políticas são de «ausência de solidariedade e de colonização dos mais ricos aos mais pobres».

«A democracia está posta em causa porque a pobreza e as desigualdades se agravam e o desenvolvimento do país está bloqueado», afirmou, acrescentando que «é preciso um esforço muito grande» para contrariar a situação.

Por isso, a Intersindical vai aproveitar o Dia do Trabalhador para assumir a continuação da luta e para mobilizar o povo português.

Lusa/SOL

publicado por alertamadrugada às 18:59
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Maio 2011
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


comentários recentes
Agradeço a sua visita e comentário. este será sem...
Muito Bom post.Realmente, este flagelo agrava em m...
um belissimo artigo que está inserido no blog Arra...
Dos piores poemas que encontrei no Alertamadruga!!...
Um belissimo artigo escrito por Clara Ferreira Alv...
e quem fala assim nao é gagooooooo.
grandes verdades ditas em poesia.
Ora aqui mais umas valentes verdades, ditas e escr...
forca Antonieta..obrigada por nos ofereceres um bl...

blogs SAPO


Universidade de Aveiro