Terça-feira, 02 de Outubro de 2012

Sou dos que defendem que Portugal deveria olhar o seu mar de uma outra forma. Temos fronteiras com o Mundo através desse mar que nos deu a glória, a sabedoria e a riqueza.

Da Europa  chegaram as guerras, as invasões francesas  a destruição das nossas pescas, da nossa agricultura e até em certa medida da nossa cultura. Se recebemos algo da Europa pagámos sempre  e estamos a pagar preços muito elevados. Somos hoje um País de navegadores sem frota, sem bússola e sem rumo. Mas continuamos a possuir o mar que ninguém nos roubou, que ninguém teve a ousadia de nos levar para enriquecimento da Europa Central tal como fizeram  com a agricultura ou com  a frota pesqueira. O mar liga-nos ao Mundo mas liga-nos sobretudo  a países com economias emergentes , a uma Àfrica com recursos imensuráveis  onde a nossa vocação lusófona está privilegiada . Somos um povo de navegadores, de espirito livre que sempre de forma tolerante  soubemos negociar e aceitar a diversidade .Temos na nossa gente a força de muitos paises que estão com os nossos afectos. Do Norte de Àfrica trouxemos  o gosto dos grandes espaços dos desertos, de Angola, Guiné e Moçambique a miscenização do sangue, do Brasil os verdes da esperança  encontada numa selva exuberante, do Oriente o mistério da nossa personalidade e exotismo e da India os sabores  das especiarias. Somos um povo de muitas misturas. Não nos confinem a pequenos espaços. Limitarem-nos á Europa  e roubarem-nos a nossa Identidade e tal facto só pode ter lugar em cabeças  limitadas e atrofiadas. Pertencemos ao Mundo e aos Oceanos e é lá que PORTUGAL vai encontrar o Rumo.

Maria Antonieta Girão Fevereiro

publicado por alertamadrugada às 11:36
|

Quinta-feira, 27 de Setembro de 2012

A Europa tal como se encontra tem o fim anunciado. A guerra já começou há muito....Revolta na Grécia, em Espanha, Lisboa e mais tarde alargar-se-á á França e outros países. Depois de uma  Primavera Àrabe, resta-nos agora um Outono  demasiado quente. O Povo explode. São manifestações  espontâneas que saem das redes sociais e traduzem gritos de alma das pessoas que já não conseguem suprir  nem sequer  as necessidades mais básicas. As depressões aumentam e os suícidios também. E tudo porque os politicos  esqueceram-se que estão  a lidar com pessoas e não apenas com números. O modelo que se teima em impôr  está errado, pois matando a economia aumenta-se o desemprego o que    irá indubitavelmente  conduzir-nos á pobreza  e á revolta dos povos. O Mundo está num processo de mudança e quem nos governa ainda não se deu conta. A U.E. é um projecto que foi criado na base  da solidariedade, no pressuposto que todos os paises integrantes  seriam menbros  de igual direito. A  liderança da Alemanha protagnizada pela Sra Merkel coloca em risco esse mesmo projecto. A Paz na Europa está por um fio. A Espanha pode modificar-se por completo  e o caso Catalunha será o despoletar  de algo muito grave extensível a outras zonas de Espanha e até a outros países.

Agora, tal como outrora é da Alemanha  que nos chegam os clamores da prepotência e da intolerânçia e é um aviso contundente.

Uma Nova Ordem Mundial poderá estar encoberta  nas sonbras de uma manhã de nevoeiro e nos acordes longinquos vai soar a trombeta do Poeta clamando: " Falta cumprir-se PORTUGAL"

Maria Antonieta Girão Fevereiro

publicado por alertamadrugada às 19:34
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Outubro 2017
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


comentários recentes
Agradeço a sua visita e comentário. este será sem...
Muito Bom post.Realmente, este flagelo agrava em m...
um belissimo artigo que está inserido no blog Arra...
Dos piores poemas que encontrei no Alertamadruga!!...
Um belissimo artigo escrito por Clara Ferreira Alv...
e quem fala assim nao é gagooooooo.
grandes verdades ditas em poesia.
Ora aqui mais umas valentes verdades, ditas e escr...
forca Antonieta..obrigada por nos ofereceres um bl...

blogs SAPO


Universidade de Aveiro